História da América Latina

 

1818

Rio  Paraná

 

 

OS CORSÁRIOS PATRIOTAS

 

A tropa de Andrezinho desce rumo a Santa Fé, beirando o rio. Pelas águas do Paraná, acompanha os índios uma frota dos corsários patriotas.

Canoas, barcos e alguns bergantins bem armados tornam a vida impossível aos barcos mercantes do Brasil. O pavilhão tricolor de Artigas navega e luta nos rios e no mar. Os corsários esvaziam as naus inimigas em fulminantes abordagens e levam os frutos de suas pilhagens para as distantes Antilhas.

Pedro Campbell é o almirante dessa esquadra de barcos e barquinhos.

Campbell tinha chegado aqui com os invasores ingleses, há alguns anos. Desertou e lançou-se a galopar pela planície. Logo deitou fama, o gaúcho irlandês de brinco nas orelhas e turvo olhar espreitando no emaranhado de cabelos avermelhados. Quando Artigas o nomeou chefe dos corsários, Campbell já tinha sido cortado em vários duelos criollos e devia algumas mortes e nenhuma traição. Todo mundo sabe que seu punhal de prata é uma serpente que jamais morde pelas costas.

 

 

                                        EDUARDO GALEANO – autor de Vagamundo

 

Sobre Glauber Gularte Lima

Vereador, professor, candidato a prefeito do município de Santana do Livramento / RS / Brasil.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s