História da América Latina

1820

Paso del Boquerón

 

 

FINAL

 

 

Os três grandes portos do sul, Rio de Janeiro, Buenos Aires e Montevidéu, não tinham podido com as colunas montoneras de José Artigas, o caudilho de terra adentro.

Mas a morte tinha levado a maioria de sua gente. Nas panças dos urubus jaz a metade dos homens da campanha oriental. Andrezinho agoniza no cárcere. Estão presos Lavalleja e Campbell e outros leais; e outros tantos são levados pela traição. Fructuoso Rivera chama Artigas de criminoso e o acusa de ter posto a propriedade à mercê do despotismo e da anarquia. Francisco Ramírez, de Entre Rios, proclama que Artigas é a causa e origem de todos os males da América do Sul, e também vira a casaca Estanislao López em Santa Fé.

Os caudilhos donos de terras fazem causa comum com os mascates dos portos e o chefe da revolução perambula de desastre em desastre. Seguem-no as últimas colunas de índios e negros e um punhado de gaúchos esfarrapados sob as ordens de Andrés Latorre, o último de seus oficiais.

Na margem do Paraná, Artigas escolhe o melhor cavaleiro. Entrega-lhe quatro mil patacões, que é tudo que lhe resta, para que leve aos presos no Brasil.

Depois, finca a lança na margem e cruza o rio. Rumando contra o coração vai-se embora para o Paraguai, para o exílio, o homem que não quis que a independência da América fosse uma emboscada contra seus filhos mais pobres.

 

 

 

O SENHOR

 

 

Sem virar a cabeça, o senhor afunda no exílio. Vejo o senhor, estou vendo: desliza o Paraná com preguiça de lagarto e lá se afasta ondulando seu poncho mambembe, ao trote do cavalo, e se perde na mata.

O senhor não diz adeus à sua terra. Ela não acreditaria. Ou talvez o senhor não saiba, ainda, que está indo para sempre.

Vai ficando cor de cinza a paisagem. O senhor vai-se embora, vencido, e sua terra fica sem fôlego. Será que lhe devolverão a respiração os filhos que nascerem, os amantes que chegarem? Os que desta terra brotem, os que nela entrem, serão dignos de tristeza tão profunda?

Sua terra. Nossa terra do Sul. O senhor será muito necessário a ela, dom José. Cada vez que os ambiciosos a machucarem e humilharem, cada vez que os bobos acharem que ela está muda e estéril, o senhor fará falta. Porque o senhor, dom José Artigas, general dos humildes, é a melhor palavra que ela pronunciou.

 

 

       EDUARDO GALEANO – autor de De pernas pro ar: a escola do mundo ao avesso

 

Sobre Glauber Gularte Lima

Vereador, professor, candidato a prefeito do município de Santana do Livramento / RS / Brasil.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s